Quais cuidados devo ter com meu sapato de couro?

Imagine você, estreando seus sapatos retrô ZPZ para dar uma volta ao ar livre e, no meio do caminho, cai aquela chuva! Seus sapatos molharam, sujaram e parece que não tem mais jeito, vai ter que comprar outro par.

Muita calma nessa hora. Essa é uma das situações em que os cuidados básicos com sapatos de couro definirão sua vida útil, e os mesmos cuidados valem para o couro sintético. Se você seguir tudo certinho e se for um sapato de qualidade, com certeza vai durar muito tempo.

Dê uma conferida em nossas dicas e mantenha seus sapatos sempre lindos!

Couro vs. Água

Essa é uma regra: couro e água não combinam mesmo! Se no caso o sapato molhou acidentalmente, deixe-o secar naturalmente em um lugar protegido do sol (que também danifica o produto).

Então, nem preciso dizer que deixar os sapatos de molho na água é proibido, não é?

Na limpeza, menos é mais

Nada de detergente, sabão, desinfetante, a solução mágica da vó. No caso do couro liso, ele deve ser limpo com flanelas e produto específico para couro. Em caso de nobuck ou camurça, são indicadas soluções secas que retirem as manchas do produto. O solado também merece atenção: deve ser limpo calmamente com uma escova.

É após a limpeza que você poderá dar mais “vida” ao couro do sapato. Pode-se utilizar graxa, hidratante para couro ou mesmo hidratante corporal de mulheres para poli-lo.

Cuidado na hora de guardar

O sapato de couro deve ser guardado só depois da limpeza ou de ter secado. Para não danificar o produto, é preciso armazená-lo em caixas com ventilação ou em saquinhos de TNT, evitando o contato com outros sapatos. Se for armazenado incorretamente, ele pode deformar, amassar e acumular fungos. Ah, falando em fungos, essa é a última dica…

Sapato sem odores

Por isso que a limpeza e o armazenamento são tão importantes, eles evitam que a bactéria causadora do “chulé” ataque seus sapatos. É também importante limpar a palmilha e evitar o uso por mais de dois dias consecutivos. O sapato precisa respirar e perder aquela umidade gerada pelos pés.